missão
ajudar pessoas e instituições a lerem o mundo e compreenderem seus complexos desafios
visão
construir uma comunidade para a produção e difusão de conhecimentos científicos
valores
assegurar o cumprimento dos valores e princípios do convívio democrático
Previous
Next

sobre nós

O Instituto Norberto Bobbio (INB) é uma associação sem fins lucrativos que visa fortalecer a sociedade civil e aprofundar a experiência democrática no Brasil por meio da ampliação da participação e da consciência cidadã. Além de atuar na produção de conhecimento científico, o INB promove reflexões e debates sobre os desafios da nossa sociedade, especialmente aqueles relacionados às temáticas da democracia, direitos humanos, cultura e tecnologia.

O INB possui diversas atividades e frentes de atuação a fim de cumprir sua missão institucional:

  • Publicação de livros, revistas científicas e textos livres;
  • Formação complementar acadêmica, educacional e profissionalizante;
  • Curadoria de conteúdo para cursos livres, pós-graduação e treinamento interno;
  • Incentivo ao desenvolvimento de pesquisa e tecnologia no Brasil por meio da realização de premiações, eventos, seminários, palestras, entre outros.

nossa filosofia

Trabalhamos com o tripé Pesquisa, Formação Complementar e Tecnologia para a expansão de espaços horizontais de troca de informação e experiências, bem como para a construção de uma cultura de paz fundada na tolerância, diálogo e respeito à dignidade humana. O INB reconhece os valores e princípios fundamentais do convívio democrático, como a solução pacífica dos conflitos sociais, a eliminação da violência institucional e, sobretudo, a virtude cidadã da tolerância.

nossa história

A história do Instituto Norberto Bobbio tem início no ano de 2005, quando o então presidente da Bolsa de Valores do Estado de São Paulo, Sr. Raymundo Magliano Filho, criou o Centro de Estudos Norberto Bobbio (CENB) como uma forma de homenagear o filósofo italiano, certamente um dos maiores pensadores do século XX, que defendia os valores da transparência, acesso e visibilidade.

Foi inspirado nesses valores que o Sr. Magliano se notabilizou pela popularização da Bovespa, trabalhando pela inclusão de diversos grupos sociais, não só como investidores, mas também no próprio conselho da bolsa.
Em 2009, ano do centenário de nascimento de Norberto Bobbio, o CENB ganha autonomia e vida própria na forma de uma associação sem fins lucrativos para estudar, pesquisar e difundir o legado do autor no Brasil, agora sob o nome de Instituto Norberto Bobbio (INB).

A educação, especialmente a educação para a cidadania, ocupa uma posição central no pensamento bobbiano e é indispensável para a construção de uma cidadania ativa. Por isso, o INB mantém desde sua fundação uma biblioteca de acesso público, com acervo de obras inspirado na própria coleção que Norberto Bobbio mantinha em Turim, na Itália.

Além das diversas atividades e projetos desenvolvidos, o INB segue publicando e difundindo textos e obras inéditas de Norberto Bobbio e de autores que dialogam com os temas que lhe eram afins. Nesse sentido, no ano de 2022, o INB lançou um periódico científico especialmente dedicado a este fim, a Revista Bindi – Cultura, Democracia e Direito.

Contudo, diante do estreitamento do horizonte de expectativas políticas no século XXI – como, por exemplo, a crise dos partidos e da política “tradicional” – e da crença no “solucionismo tecnológico” como alternativa viável para superação dos graves e complexos desafios sociais que se impuseram com a disseminação das tecnologias da informação e da comunicação, o INB criou, no início de 2021, o Centro de Estudos Sociedade, Ciência e Tecnologia (CESCT).

Seu objetivo é aprofundar a compreensão sobre o conteúdo social das novas tecnologias e os impactos no direito, na cultura e nos regimes de representação, colaborando e ampliando com o trabalho filosófico, social e político que o INB desenvolve desde sua fundação.

Com isso, o INB se organiza atualmente a partir de dois grandes eixos: (1) O Centro de Estudos Norberto Bobbio; e (2) o Centro de Estudos Sociedade Ciência e Tecnologia.

nossos parceiros